segunda-feira, 1 de outubro de 2007

Roda-viva do PAN 2007

Parece que a canção de Chico Buarque, "Roda-viva", continua mais viva do que nunca. A letra que fazia parte da famosíssima peça de mesmo nome, escrita em 1967, traz como pano de fundo um episódio específico da história nacional, os obscuros anos da ditadura militar. Tempos de repressão da liberdade de expressão e de silêncios forçados. Um passado já morto e enterrado, não? Como pensar em repressão em plena era da cibercultura? Nunca se viram tantas possibilidades de disseminação das informações, a internet promete a cada indivíduo a possibilidade de ser o Roberto Marinho de sí próprio. Foi anunciado o fim do monopólio da fala, prova disso são os blogs e o chamado jornalismo interativo. Fato é que, por mais de um ano, uma cidadã brasileira de pseudônimo Diana acompanhou e veiculou diversas reportagens com críticas, intrigas e denuncias sobre o PAN 2007 num blog denominado "a verdade do pan 2007" (averdadedopan2007.blogspot.com). Pois, no dia 07/08 tal blog simplesmente sumiu do ar, virou ciber-fumaça. Alardea-se pela internet que havia contra Diana uma queixa de calúnia, injúria e difamação impetrada pelo presidente do COB, Carlos Arthur Nuzman. Atualmente a única coisa que se encontra sobre esse assunto na net são duas manifestações pontuais, uma no blog do Juca (http://blogdojuca.blog.uol.com.br/arch2007-08-05_2007-08-11.html) e outra no blog da união dos torcedores brasileiros (http://torcedoresbrasil.blogspot.com/2007/08/ateno-blog-verdade-do-pan-2007-est-fora.html), além de algumas manifestações isoladas. Portanto, a grosso modo, qual a repercussão desse episódio de maneira consistente? NENHUMA. Até hoje não se sabe o que foi feito do tal blog. De um lado sabe-se que esse blog em nada feriu as exigências do Blogger ou da empresa Google em relação aos conteúdos que veiculava, uma vez que só eram postadas matérias oriundas da grande imprensa (textos da Folha de São Paulo, por exemplo). Na contramão a empresa Google ou o Blogger não podem ser procuradas para esclarecimentos sob o episódio pelo simples fato de que ambas não oferecem recursos para tal, não há qualquer tipo de ouvidoria em ambos os sites. Assim, ao menos duas hipóteses se mantêm: a) a tal Diana pode simplesmente ter se cansado da árdua tarefa de manter um blog; b) houve alguma intervenção judicial ou de outra espécie no mesmo.
Continuamos sem respostas. Seria simplificar demais dizer que os brasileiros não têm memória, mas estamos diante de um fato que vem sendo esquecido. Sou levado a lembrar de uma certa tendência já anunciada por muitos, inclusive por nós (O.M.E), de que nessa trama entre os fatos Globais e locais as vezes nossos horizontes se perdem no infinito factual que ocorre a milhas de distância. Assim, crer que a ciber-censura esta só na China é um bom modo de convivermos com esses ciber-sumiços que por ventura as vezes acontecem.

Vamos navegando e cantando e seguindo velhas canções...

"... a gente estancou de repente
Ou foi o mundo então que cresceu
A gente quer ter voz ativa
No nosso destino mandar
Mais eis que chega a roda-viva
E carrega o destino(ou a informação) pra lá."

(trecho da música Roda-viva /Chico Buarque)

Um comentário:

Giovani disse...

Pois é, Diego, é absolutamente primordial que seja esclarecida esta situação, não apenas pela qualidade da compilação de noticias postadas e de comentários feitos, mas pelo principio que destacas: o direito à informação.
Seja por ordem judicial, seja por decisão pessoal da "Diana", a verdade é que o conjunto de informações disponíveis no blog já não pertenciam mais somente a ela.
Vamos continuar nesta cruzada até que a verdadedopan2007 seja restabelecida!
Giovani