quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Baixaria em programa esportivo... reclamações!

Antes de tudo, caso dê alguma coisa errada, já começo me desculpando: é minha primeira tentativa de postar algo em blog. Até então, eram só comentários. A partir de agora, procurarei contribuir "produzindo" conteúdos (hehehe). Neste caso não é uma "produção" (ainda), mas uma reprodução com algumas reflexões.



Na notícia que repasso abaixo e que copio o link para quem tiver interesse, chamou minha atenção o fato de um programa que se intitula "esportivo" ser indicado como campeão em reclamações quanto a baixarias. Confesso que nunca o assisti, não sei qual o horário que passa, enfim, mas talvez aquilo que tanto pregamos, de uma maior qualidade quando alguém se compromete a veicular assuntos esportivos, merece atenção a isso também. Já não bastasse o fato de tais programas - que têm sim uma audiência muito grande em âmbito nacional - utilizarem-se do "mais do mesmo" em relação ao discurso hegemônico esportivo (o discurso das vitórias, das lesões, dos heróis, das negociações esportivas, os materias apropriados para cada modalidade etc.), ainda essa: baixaria em programa esportivo.



Isso vem somar àquelas reflexões realizadas pelo Diego ontem aqui no blog, da necessidade da Educação Física - e aqui refiro-me particularmente à ESCOLAR por acreditar ainda no seu papel de crítica e de possibilidades com os jovens - ser uma instância mediadora daquilo pautado pelos meios de comunicação de massa, princpalmente àquilo que é disseminado e não discutido pela televisão. Isso é mais um exemplo, outros tantos não nos faltam, principalmente os que têm como tema a saúde e a estética na vida das crianças e jovens.


Lembrando: este assunto das MEDIAÇÕES CULTURAIS será tratado numa mesa redonda do próprio GT 2/Conbrace, com participação das professoras Gilka Girardello e Tatiana Zylberberg.


26/08/2009 - 15h28
Programa esportivo "Jogo Aberto" da Band lidera Ranking da Baixaria na TV
Da Redação, com informações da Agência Câmara
A Coordenação Executiva da campanha "Quem Financia a Baixaria é contra a Cidadania" divulga hoje o 16º Ranking da Baixaria na TV, em audiência pública promovida pela Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados. A audiência pública estava programada para começar às 14h na Câmara.


O campeão de reclamações foi o "Jogo Aberto", programa esportivo da TV Bandeirantes, alvo de oitenta e oito denúncias. Dentre os cinco programas mais denunciados, dois são reincidentes: o "Super Pop" e o "Pânico na TV!", ambos da RedeTV!.Outros dois programas listados no novo ranking são regionais, veiculados apenas na Bahia: "Na Mira" (TV Aratu/SBT) e "Se liga Bocão" (TV Itapoan/Record), de emissoras sediadas em Salvador (BA), ambos policialescos.

Do último ranking, divulgado em outubro de 2008, até o atual, foram recebidas 874 denúncias de telespectadores, através do site da campanha (www.eticanatv.org.br) e do Disque Câmara (0800 619 619).Apelo sexual, incitação à violência, apologia ao crime, desrespeito aos valores éticos da família e horário impróprio são as principais reclamações dos telespectadores que nortearam a elaboração do 16º Ranking da Baixaria na TV.

http://televisao.uol.com.br/ultimas-noticias/2009/08/26/ult4244u3894.jhtm

2 comentários:

Giovani disse...

Oi, Cris, fiquei curioso com a denuncia do programa Jogo Aberto (Band, ao meio dia) como campeão de denuncia de baixarias.
Eu o vejo algumas vezes e tirando o fato da apresentadora ser jornalista, bonita, gaúcha, colorada e competente, que sabe até explicar a lei de impedimento, nunca vi nada demais.
Pra gente ver como são as coisas, né?

Paula Aragão disse...

Vi algumas vezes o programa e percebi a investida em atitudes inconvenientes e na verdade acredito que seja uma forma de atrair o publico (teatral até), já que a seriedade já não é novidade, é monotona para os programas televisivos.