sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

COB tenta censurar produção acadêmica!

Pois é, como são as coisas, né? De tanto se falar em volta da censura, eis que ela está mesmo aí (na verdade, com apoio do judiciário, ela nunca desapareceu! Vejamos o caso recente do Estadão e a familia Sarney).
Só que agora é o comite olímpico brasileiro, que tem muita moral (!) pra falar depois de todas as denuncias do Pan/2007, que está tentando censurar o livro da professora Katia Rubio (USP), sobre Educação, Esporte e Valores Olímpicos.
Pode? Vamos nos mobilizar? Vejam matéria sobre o assunto em http://albertomurray.wordpress.com/

9 comentários:

Katia Rubio disse...

Espero que a decisão em relação a isso seja revista para que não entre para a história como uma restrição a divulgação dos valores olímpicos

Diego S. Mendes disse...

Olá Gio,

temos que nos mobilizar sim. O COB está alegando que as expressões “Olimpíadas”, “Olímpicos” e afins são de sua exclusiva propriedade em decorrência da Lei Pelé, pode? Desse jeito, em breve teremos nosso blog retirado do ar, e olha que não é a primeira vez que isso acontece no Brasil. Segudo especulam alguns, o sumiço repentino do blog "a verdade do pan 2007" foi devido à ações dos "jagés Olímpicos". Bem Kátia, penso que, se a decisão não for revista, devemos nos mobilizar para acionar o COI ou outras instâncias internacionais.

xibabaef disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Giovani disse...

Pessoal,

A Katia encaminhou carta sobre o episódio, que foi disponibilizada no site do CEV, em: http://blog.cev.org.br/novidades/2010/cob-versus-katia-rubio/

Só lendo para acreditar no que os "olímpicos" estão fazendo.

Para rir: será que o Pet não vai mais poder fazer gols olímpicos pelo Flamengo? E se fizer, tem que se desculpar?

Vamos nos manifestar. Na carta da Katia ela indica também os emails dos todo-poderosos do COB.

André 40 disse...

Quero ver quanto a "Olympikus" (empresa de vestimentas esportivas) vai ter que desembolsar pra continuar fabricando seus produtos...

Como diria um cunhado "... é um queixo duro..." desse COB (Comitê Onipotente-Olímpico Brasileiro).

Giovani disse...

Seguindo neste movimento de denuncia e repudio à atitude intimidatória do COB, aqui vai mais uma: o Correio do Povo, jornal mais antigo e de maior
tiragem do RS, publicou hoje matéria do caso COB x Katia, inclusive com parte da carta do COB.Acesso para leitura em http://flip.correiodopovo.com.br/edicoes/20100203/index.htm

Giovani disse...

Neste sábado, na ESPN, o Juca Kfouri entrevistou a Katia. E no final, uma nota editorial foi lida (e passou no GC) informando que o programa havia sido gravado na quinta-feira e na sexta a professora recebeu oficio do COB anunciando o recuo deste em relação ao seu livro.
Parece que a mobilização conseguiu reverter a posição prepotente do COB.
Por enquanto, o problema foi superado, mas é preciso estarmos atentos, porque a qualquer momento eles podem voltar a atacar!!!

Diego S. Mendes disse...

Puxa, que bacana!
Me parece que toda movimentação em torno do direito da Prof. Kátia Rubio manter suas publicações sem "intervenção" do COB foi intensivamente feita pela net, especialmente em blogs. Boa parte do que encontrei inicialmente sobre o assunto foi em diferentes blogs e sites da internet e, me parece, que posteriormente é que o caso chegou a outras mídias. Acho que este é um belíssimo exemplo do poder de mobilização social destes meios.
Mas estou com o Gio, é preciso continuar atento.

Cristiano Mezzaroba disse...

Giovani, Diego e demais que andaram postando por aqui!

Acompanhei a discussão apesar de não ter me manifestado. Vi também no Correio do Povo a reportagem denunciando esta postura arrogante, autoritária e antiga dos "senhores dos anéis" mostrarem-se novamente, eles mesmos deixando cairem suas máscaras. Fico feliz que perceberam o quanto o público, mesmo de forma sutil, pelas redes sociais, quase de forma "silenciosa", manifestou-se e mobilizou-se para denunciá-los, criticá-los e também negar tal atitutde. Mais um bom exemplo pra nós mesmos de alguns poderes aparentemente isolados que temos,e que somados, nos dão força. Avante...