terça-feira, 23 de novembro de 2010

CONTRA A ELITIZAÇÃO DO FUTEBOL BRASILEIRO

Deu hoje no blog do Juca, imperdível!A ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS TORCEDORES publicou uma carta exigindo providências quanto às últimas notícias a respeito da divisão de cotas financeiras entre o Sr. Ricardo Teixeira, CBF e o Comitê Organizador Local para Copa 2014.
Segundo o blog "O contrato social registrado na Junta Comercial do Rio de Janeiro prevê, divisão das cotas de participação na sociedade em 99,99% à CBF e 0,01% à Ricardo Teixeira.Prevê ainda, em seu parágrafo 1º, apesar das divisões, que, o sócio Ricardo Teixeira poderá decidir e endereçar eventuais lucros provenientes da Copa 2014 da maneira que bem entender. Há fortes indícios de irregularidades nesta sociedade."

Vale a pena conferir a matéria na integra. Acesse e confira: http://blogdojuca.uol.com.br/2010/11/manifesto-em-repudio-a-ricardo-teixeira/

É muito bacana ver uma organização cívil promovendo uma verdadeira Luta Contra a Elitização do Futebol Brasileiro

5 comentários:

Giovani disse...

Opa, Diego,

Também levantei essa questão do "novo" contrato do COL da Copa 2014 na minha fala, no ENAREL.
Apontei mais essa esperteza do Ricardo Teixeira como um (outro) exemplo da ambiguidade da Copa: para alguns efeitos (lucros), ela é privada; para outros (investimentos), pública!
E tentei mostrar que, para termos o "privilégio" de realizar a Copa no Brasil, vamos investir em infraestrutura quantias que já deviam ser previstas (independente da Copa), porém a sua distribuição será assimétrica (só para as cidades-sede), o que para o turismo é um tiro-no-pé. A Rosiane, do Ministério do Turismo, que estava na mesma mesa, teve que concordar com isso, reconhecendo que para eles é mais fácil pensar o RJ (JO/2016) do que a Copa.
Assim caminha a humanidade!

dorenski@gmail.com disse...

Eta!...pior do que sexo explícito! Hoje aqui em salvador estava conversando com o Fernando Cunha - colega do Doutorado - prof. Ed. Física da UFPB, que há uma insenção fiscal para qualquer empresa que preste serviço ou algo assim, para copa 2014. Ainda, que empresas que ganharem a concessãoo para reforma dos Estádios, pós copa do mundo, teria 35 anos de controle sobre os estádios...muita mamata, não acham? O pior é tudo verba pública para delícia do privado, pois, insenção fiscal, Estádio Público...verba pública...tudo as custas do trabalhador...que se lasca! desculpem-me

Diego S. Mendes disse...

Caro Sérgio,

a isenção fiscal para iniciativa privada bailar nas obras da Copa é fato, veja a matéria na íntegra:

http://esporte.uol.com.br/futebol/copa-2014/ultimas-noticias/2010/11/24/senado-aprova-isencao-fiscal-e-aumento-do-teto-de-endividamento-para-copa-2014.jhtm

Cristiano Mezzaroba disse...

é...legal a discussão e a iniciativa, conforme Diego comentou! O tal "chefe da CBF" vai ganhar muito com isso, o tal "chefe do COB", idem! E assim caminha a humanidade, né Gio?

Vi tb outras duas coisas nesse processo todo: (1) há um movimento, se não me engano, na Inglaterra, querendo esclarecer algumas questões econõmicas da Copa - questionando relações entre Ricardo Teixeira/CBF com a Globo (que nem toca no assunto... por que será? heheeh) e (2) que aquele suposto avanço de as transmissões do campeonato brasileiro serem "democratizadas" já foi pro cano... nessa linguagem mesmo!

Ano que vem, tudo igual, de novo...
Só se salva quem tem pay-per-view..

Ah... parece que os deputados, agora há pouco, 25/11, na calada da noite, andaram votando alguma coisa às pressas, em relação à Copa...

Enquanto isso, no Brasil...
-> o RJ literalmente pegando fogo...
-> o caos aéreo sendo remediado (até quando?)
-> nada de estrutura sendo organizada pros tais eventos
-> nada de mudança na EF escolar, a não ser a exigência de preparar nossos futuros campeões para 2016... (acho que nem isso...)
-> inflação à vista...
-> 2011 temebroso pela frente...

Diego S. Mendes disse...

Cris, sobre tuas constatações a respeito de nossa "estrutura" para a Copa, acrescento, ainda, que semana passada o Morumbi recebeu o Show do Paul McCartney. Resultado. Mega engarrafamento em São Paulo, arrastão nas ruas etc. Na região do Morumbi essa semana se viu uma verdadeira batalha urbana no Rio! Temos também o Mineirão, certo. Essa semana BH quase foi submersa pelas famosas enchentes urbanas. E só faltam 2 anos...