sábado, 13 de novembro de 2010

We All Want to Be Young

Como nos dizem Mario Margulis e Marcelo Urresti, dentro do espaço indeterminado da juventude, esta é bem mais que uma palavra... Compreendê-la é um exercício de sensibilidade cada vez mais complexo.

O vídeo "We all want to be young" (Todos queremos ser jovens), criado pela agência BOX1824, especializada em pesquisa de tendências de comportamento em consumo, se lança a essa tarefa de compreensão de uma juventude (geração Y) que cresceu em um cotidiano repleto de avanços tecnológicos.

Tudo bem que o vídeo pode ser criticado por transitar entre um determinismo tecnológico e um essencialismo do conceito de juventude. Mas ele acende um sinal: é impossível hoje se propor a estudar a juventude (ou a infância) sem considerar as práticas culturais e o consumo (produção) de mídias desses grupos.


Este filme possui licença aberta pelo Creative Commons.
Roteiro e direção: Lena Maciel, Lucas Liedke e Rony Rodrigues.

2 comentários:

Giovani disse...

Rogerio,

Muito interessante o video, mais ainda a sua assertiva: para estudar os jovens, temos que considerar suas proprias perspectivas.
Todavia, o proprio video se trai e evidencia o tom conservador implícito em seu discurso "novo", ao expressar, no seu final, o grande objetivo dos jovens: manterem-se jovens!

Anônimo disse...

Acredito que o próprio vídeo pde ser material de discussão entre nós, mas achei interessante, especialment quando o Rogério aponta para a importância de compreendermos a linguagem midiática e do consumo para compreendermos m pouco mais do qu se passa no "mundo" da geração y.

Paulinha